Fotos: STAT - Society of Teachers of The Alexander Technique UK

Entre 1885 e 1900, o australiano Frederick Matthias Alexander com dificuldades vocais crescentes, no exercício da arte de declamar, desenvolveu uma técnica, baseado em princípios da natureza que não só lhe permitiu solucionar seus problemas vocais, como também os respiratórios que o afligiam desde a infância.

 
Você transforma tudo, seja físico, mental ou espiritual, em tensão muscular
— F. M. Alexander
 

Hoje, professores da Técnica Alexander ao redor do mundo vêm ajudando pessoas de diversas áreas de atividades a restabelecerem saúde, bem-estar e equilíbrio emocional, obtendo assim maior vitalidade para desenvolverem suas potencialidades.

 
Você não está aqui para fazer exercícios ou para aprender a fazer alguma coisa certa, mas conseguir ser capaz de encontrar um estímulo que sempre o coloca em um mau estado de funcionamento e aprender a lidar com isso.
— F. M. Alexander (1869-1955)
 
 
Postura é uma atitude equilibrada na ação.
— R. S. Renzo
 

Fotos: Lau Polinésio

Curso de Formação

A primeira Escola Brasileira de Formação de Professores da Técnica Alexander: Pensar Em Atividade iniciou suas atividades em agosto de 2010.

Nosso curso tem duração de três anos, com sessões diárias de três horas e meia, cumprindo as exigências da Associação Brasileira da Técnica Alexander - ABTA que segue todos os critérios da Alexander Technique Affiliated Societies, ATAS.

[ saiba mais ] 

Aulas Particulares

Aulas Particulares são sessões onde o professor facilita e estimula o aluno a vivenciar a integração do organismo mente e corpo. Esse organismo integrado tem infinitas possibilidades de atuação e desenvolvimento.

Alguns dos benefícios são movimentos mais fluidos, alivio de dores nas costas e nas articulações, melhor circulação de energia e respiração mais natural, portanto mais livre.

[ saiba mais ]

 
O meu leitor não deve se esquecer de que os conceitos mentais são os estímulos para o centro ideomotor, que repassa os comandos orientadores subconscientes ou conscientes para o mecanismo.
— A Suprema Herança do Homem, 1910 - F. M. Alexander

Pensando Na Performance é a aplicação, em grupo, da prática dos Princípios da Técnica Alexander para artistas do palco.

Em todas as sessões cumprimos dois passos:

1. Saber Que é Possível

O  instrumentista/vocalista se apresenta perante a classe e, com a ajuda dos colegas e do professor descobre o que o impede de tocar, cantar, e se mover mais livre e facilmente...

 
Quase sempre, depois das aulas da Técnica Alexander, penso na minha tese. Este pensamento não procura algo específico, é um pensamento livre que dá mais possibilidades ao meu trabalho. Não procuro algo, mas penso nas diferentes possibilidades, como se estivesse passeando dentro deste pensamento específico. Me deixo levar dentro deste ‘monde des possibles!’.
— Hélène - Doutoranda de História - Université Sorbonne Nouvelle
Aulas particulares intensificam a prática.
— Reinaldo Renzo

2. Reconhecer e Saber Como Aplicar o Que Mudou

Normalmente queremos repetir aquela possibilidade revelada no Grupo.

[ saiba mais ]

Passados seis ou sete dias da última de nossas três primeiras aulas e após ter dirigido por longas distâncias em viagens de negócios, carregando peso, jogado futebol no final de semana, etc., posso dizer que melhorei de 70 a 80% das dores e incômodos que sentia antes de nossa primeira aula.
Gostei muito do método e das suas aulas. Valeu cada centavo investido.
Estou fazendo as práticas diárias sugeridas por você. Elas têm trazido mais da minha atenção aos movimentos e, por isso, sinto-me bem mais ereto, equilibrado e, o principal, quase sem dores/incômodos.
... já estou em viagens a trabalho, e por incrível que pareça, sem nenhuma dor ou incomodo!!! Realmente é surpreendente, já fiz todos os esforços relativos ao meu trabalho depois de nossa sexta, e última, aula e nenhuma dor ou incomodo, parece um sonho!!!
— José Antônio - Representante de Moda